Taekwondo (em coreano: 태권도; AFI: [tʰɛk͈wʌndo]) , também grafado tae kwon do, taekwon-do ou TKD, é uma arte marcial que originou um esporte de combate. Hoje em dia, é um desporto difundido em todos os continentes. Nos Jogos Olímpicos de Verão de 1988, teve seu "batismo de fogo", quando foi um esporte de exibição, continuando com este status nos Jogos Olímpicos de Verão de 1992. Em 1993, o esporte foi adicionado ao programa olímpico oficial, integrando o programa a partir dos Jogos Olímpicos de 2000.

A arte marcial surgiu como forma de renascimento, depois dos conflitos e período de dominação da Coreia pelo Japão, quando houve supressão sistemática dos aspectos culturais.[2] Após a Segunda Guerra Mundial, o Taekwondo foi criado com base no Karate japonês com influências de Taekkyeon, arte marcial coreana. O Karate foi introduzido para a Coreia durante o período de anexação (1910-1945), servindo de base para o desenvolvimento de Taekwondo, artes marciais chinesas também influenciaram o Taekwondo.

No Brasil em julho de 1970 em São Paulo, trazido pelo grão-mestre Sang Min Cho, enviado oficialmente pela International Taekwondo Federation juntamente vieram os mestres: Sang Min Kim, Yeo Jim Kim, Kun Mo Bang, e depois outros como Kum Joon Kwon, Woo Jae Lee, Kwang Soo Shin, Hee Song Kim, Yeong Hwan Park, Soon Myong Choi, Ju Yol Oh, Te Bo Lee, Hong Soon Kang, Sung Jang Hong, entre outros, também se estabeleceram aqui no Brasil, proporcionando um desenvolvimento maior da arte. Natália Falavigna, uma das maiores e mais vitoriosas lutadoras de artes marciais do mundo, é a brasileira com maior número de medalhas internacionais no taekwondo em toda história, única atleta no Brasil campeã mundial de taekwondo nas categorias júnior, adulta e universitária. Atualmente, o taekwondo é uma luta muito praticada em varios locais do Brasil.